segunda-feira, abril 23

Sociedades Tribais: A Educação Difusa.

1. Sociedades Tribais: A Educação Difusa.

Nas comunidades tribais as crianças aprendem imitando os gestos dos adultos nas atividades diárias e nas cerimônias dos rituais. As crianças aprendem "para a vida e por meio da vida", sem que alguém esteja especialmente destinado a tarefa de ensinar.

O homem incidia sobre o saber (conhecimentos), o fazer (aptidões técnicas), o ser (valores) e o estar (saber sua posição no meio e agir conforme as necessidades do meio). 
A imitação dos gestos foi fundamental nesta fase. Não haviam métodos e sim práticas educativas:


Não existia educação na forma de escolas;

- Objetivo era ajustar a criança ao seu ambiente físico e social, através da aquisição das experiências;

- Chefes de família eram os primeiros a transmitir o saber e em seguida o sacerdote.

O objetivo da educação primitiva era transmitir através das cerimônias de iniciação, toda a informação necessária para que houvesse o ajustamento do indivíduo tanto no lado físico como no social. Toda a experiência era passada de geração em geração, pelos pais e pelo sacerdote.A imitação dos gestos, a histórica contada pelos mais antigos, os ritos de iniciação etc.


Algumas tribos indígenas ainda seguem traços de educação primitiva e realizam certos rituais como no passado, o aprendizado é dentro do próprio espaço de convívio. 


Podemos afirmar que o homem primitivo vivenciou uma educação prática, levando em consideração suas necessidades de sobrevivência (alimentação, vestuário e abrigo).
Nas sociedades primitivas não havia um escola ou espaço formal de ensino, mas podemos dizer que já havia a figura do professor e do aluno num processo educativo informal.






Disponível em: www.ead.ines.gov.br/moodle/pluginfile.php/.../Educ.%20primitiva.ppt?

Um comentário:

  1. graças ao post, o primeiro ponto do trabalho eu já tenho = ) obrigado, não vou esquecer de colocar nas referências

    ResponderExcluir